• Nov
    • 27
    • 2014

Bora brincar ao Banco Mau?

Revista Sábado
Por: Joana Carvalho Fernandes

Há um Dono Disto Tudo, um Banco do Pai&Filho, uma Rio Frouxo SGPS, uma Herdade dos Pobrezinhos e um BESA Me Bank. Lembra-lhe o Grupo Espírito Santo e o banco da família com o mesmo nome? Lembra bem. Vem Aí o Banco Mau é um novo jogo de cartas que até pode ser útil à Comissão de Inquérito, defendem os criadores. Não porque traga informação nova ou documentos confidenciais, mas, pelo menos, para entreter os deputados nos tempos mortos, sugerem os donos da Tabletip Games.

Talvez seja melhor usar um dos intervalos da comissão para, primeiro, ir às compras: para jogar o Vem Aí o Banco Mau precisa de ter o Vem Aí a Troika, lançado em 2012. Já nessa altura, Carlos Mesquita tinha um caderno de capa preta, reservado a ideias para jogos. Foi aí que, a 19 de Agosto, duas semanas depois do fim do BES, fez os primeiros apontamentos sobre o tema – criou a carta do Banco do Pai&Filho, por exemplo. Dias depois enviou um email aos quatro sócios – Marco Vala, Pedro Santos, André Pereira e Filipe Preto, que, como ele, não se dedicam em exclusivo à empresa de jogos. “O tema do Banco Mau encaixava no da Troika, que já planeávamos expandir.

 

Ver artigo em PDF

Read More →
    • Nov
    • 27
    • 2014

“Vem aí o Banco Mau”. Agora já pode brincar às offshores

O jogo foi criado pela Tabletip Games e é o segundo lançamento da marca que se estreou com “Vem aí a Troika” em 2012.

Estamos na Portugalândia, país onde se fazem grandes manobras obscuras no mundo das finanças. As associações às notícias que têm feito capas de jornais em Portugal são inevitáveis, mas desta vez a experiência não passa de um jogo de tabuleiro.

O “Vem aí o Banco Mau” é o jogo que quer pôr os portugueses a manobrar dinheiro de off-shores e fazer jogadas financeiras menos legais.

No jogo, é possível escolher uma das personagens disponíveis: o poderoso líder Dono Disto Tudo, que controla os seus próprios grupos e distribui favores e dinheiro, existe também o Lírico e o Inseguro, bem como grupos que participam na rede Pai & Filho, como por exemplo o Tchau Telecom e a Mãe de Todas as Holdings.

Os jogadores vão poder guardar dinheiro em paraísos fiscais, criar redes de influência, sendo que quanto mais manobras, mais hipóteses tem de sair vencedor.

O jogo foi criado pela Tabletip Games e é o segundo lançamento da marca que se estreou com “Vem aí a Troika” em 2012.

Read More →
    • Nov
    • 27
    • 2014

A seguir à Troika “Vem aí o Banco Mau”

“Vêm aí o Banco Mau” é o jogo que vai por os portugueses a manobrar dinheiro de offshores a fazerem jogadas obscuras no mundo das finanças. Criado pela Tabletip Games, é o segundo lançamento da marca que se estreou com “Vem aí a Troika” em 2012.

Passa-se na Portugalândia e podem jogar até cinco jogadores.

A grande figura, o poderoso líder Dono Disto Tudo, controla os seus próprios grupos e distribui favores e dinheiro. Entram também “o Lírico”, “O Inseguro” e grupos que participam na rede “Pai & Filho”, como por exemplo o “Tchau Telecom” e a “Mãe de Todas as Holdings”.

Os jogadores vão poder simular ações na alta finança, abusar do dinheiro em offshores e fazer pressão sobre grupos de interesse numa sátira aos escândalos financeiros e políticos que têm assombrado as altas esferas do país.

 

Ler notícia

Read More →
    • Nov
    • 27
    • 2014

Novo jogo vai por portugueses a manobrar dinheiro de offshores

A Tabletip Games, empresa criadora do jogo “Vem aí a Troika”, que bateu recordes de vendas durante o Natal de 2012, acaba de lançar o novo jogo “Vêm aí o Banco Mau” que vai por os portugueses a manobrar dinheiro de offshores a fazerem jogadas obscuras no mundo das finanças.
Trata-se de uma sátira que, mais uma vez, se passa na Portugalândia e o novo jogo é uma expansão do anterior, onde a confusão aumenta podendo jogar até cinco jogadores, os quais podem enredar-se em manobras de bastidores para ganhar poder.

Também aparece o poderoso líder Dono Disto Tudo, que controla os seus próprios grupos e distribui favores e dinheiro. Há quem se aproveite dele para ganhar o jogo ou quem esteja pronto para lhe puxar o tapete, mas na Portugalândia ninguém escapa à sua teia.

 

Ler mais

Read More →
    • Nov
    • 27
    • 2014

Banco Mau já tem um jogo de tabuleiro

‘Vem aí o Banco Mau’ é o mais recente jogo de tabuleiro lançado pela empresa criadora do ‘Vem aí a Troika’.

Pôr os portugueses a manobrar dinheiro de off-shores e a fazerem jogadas obscuras no mundo das finanças é o objetivo do jogo de tabuleiro ‘Vem aí o Banco Mau’, que acaba de ser lançado pela Tabletip Games, empresa que em 2012 criou o jogo ’Vem aí a Troika’.

Trata-se de uma sátira e uma extensão do jogo anterior, decorrendo ambos na Portugalândia, país onde a confusão está a aumentar, com cada vez mais manobras de bastidores para ganhar poder.

 

Ler mais

Read More →
    • Nov
    • 26
    • 2014

Quem quer brincar ao Banco Mau e ao Dono Disto Tudo? Agora já pode

Em 2012, o jogo “Vem aí a Troika” correu os noticiários do mundo. Agora, os cinco criadores portugueses têm um novo desafio. Chama-se “Vem aí o Banco Mau” e inspira-se no BES e em Ricardo Salgado.

Os líderes sentam-se à mesa. Discutem como criar teias de influências, guardar dinheiro em paraísos fiscais e, claro, ganhar eleições, Quanto mais trafulhice fizer, mais hipóteses tem de vencer… o jogo. Depois de “Vem aí a Troika!”, a portuguesa Tabletip Games lançou agora “Vem aí o Banco Mau!”, uma extensão do primeiro jogo que correu o mundo, desta vez com inspiração na crise do Banco Espírito Santo (BES).

“Vem Aí o Banco Mau!” introduz novos líderes e grupos no jogo, o que permite mais um jogador, até um máximo de cinco. Entre as novas cartas há uma que se destaca. O poderoso “Dono Disto Tudo” controla os seus próprios grupos e joga à margem dos outros jogadores, ganhando dinheiro e distribuindo favores. O objetivo do jogo continua a ser o mesmo do “Vem aí a Troika!”, mas agora os jogadores têm de manter o “Dono Disto Tudo” debaixo de olho para a bancarrota iminente não se precipitar.

 

Ver notícia

Read More →
    • Dez
    • 10
    • 2013

Portugueses criam jogo de estratégia “Vem aí a troika”

“Vem aí a troika” é uma invenção portuguesa, um jogo de cartas cujo objetivo é criar uma teia de influências, vencer eleições e colocar o máximo de dinheiro possível em paraísos fiscais. Comentários de Carlos Mesquita, um dos criadores do jogo “Vem aí a troika”.

Read More →
    • Dez
    • 03
    • 2013

Portugal exporta a Troika

Jogo de tabuleiro “Vem aí a Troika!”, criado pela empresa portuguesa Tabletip Games, vai entrar nos mercados espanhol e grego a partir deste mês.

Sempre na senda da inovação, Portugal desbrava mais uma vez novos rumos e inova num tema pouco óbvio. “Vem aí a Troika!” é o jogo de tabuleiro criado pelo empresa portuguesa Tabletip Games que, este mês, vai sair das fronteiras nacionais e irromper em Espanha e na Grácia.

A trama é passada em dois países fictícios, Españistán e Angeladistan, onde existem líderes corruptos, interesses financeiros obscuros e grupos de influência que não se preocupam com os melhores interesses do país, o que acaba por conduzir à falência e à necessidade de pedir o auxílio da Troika. Ao jogador, cabe representar um ambíguo grupo de interesses que, através de manipulação política, social e económica, tenta ganhar poder e dinheiro.

Os jogos foram adaptados para reflectirem as realidades e diferentes aspetos culturais de ambos os países, pelo que a empresa trabalhou com ilustradores e artistas locais para garantir uma maior grau de autenticidade.

“Vem aí a Troika!” chega a Espanha e Grécia numa primeira edição de três mil exemplares com expectativa de colocar mais unidades a curto prazo, uma vez que os responsáveis contam replicar um sucesso semelhante ao verificado em Portugal.

Ler mais mo Expresso Online

Read More →